#ainternet
queagente
quer_manual do whatsapp para o trabalho

 

imagem grande
imagem pequena

Escute este conteúdo:

Era uma vez uma vida profissional sem o Whatsapp. Alguém aí se lembra desse tempo? Desde que a ferramenta chegou, ela invadiu nossas vidas profissionais com sua irresistível praticidade. “Me adiciona no Whatsapp que assim falamos mais rápido” – você provavelmente disse ou ouviu essa frase na última semana. Não há a menor dúvida de que a ferramenta é genial e realmente facilita nossas vidas.

No entanto, acreditamos que tamanha comodidade tem uma curva: é ótima até o momento que começa a ser terrível. Entre os efeitos colaterais do uso do Whatsapp estão: perda de noção de horário de trabalho, ansiedade com as notificações, mistura de assuntos (profissional e pessoal), perda de histórico de informações (com muito sendo enviado em áudio) e perda de tempo, já que o mais importante ali é a rapidez, não a eficiência, para citar apenas alguns deles. 

Mas e então, como podemos usar melhor essa ferramenta? Na Contente decidimos não utilizar a ferramenta para o trabalho, agora usamos o @slackhq, e a comunicação de trabalho mudou, para muito melhor. Se ainda não é possível fazer isso, dá pra melhorar o fluxo pelo Whatsapp seguindo com disciplina algumas ideias, como:

Crie acordos sobre horários

Exemplo de mensagem que pode ser comunicada pelo Whatsapp:

Oi, tudo bem? Respondo WhatsApp em dois horários no dia: das 11h ao meio dia e das 17h às 18h. Se for trabalho, você pode me escrever no email@email.com e, se for urgente, pode me ligar. Até já 🙂

Estabeleça horários, comunique a clientes e à equipe e peça que todos respeitem o combinado. É legal que essa informação esteja visível no próprio perfil.

Controle a ansiedade e utilize outros canais

O Whatsapp bagunçou nossa capacidade de nos organizar e nos planejar, dando a impressão de que tudo pode ser resolvido de última hora. É preciso voltar a estabelecer processos que possibilitem que cada vez menos coisas sejam urgentes. 

Lembrou de algo do trabalho fora do horário combinado? Também vale controlar a ansiedade e se perguntar: eu preciso mesmo mandar essa mensagem no fim de semana, à noite ou na hora do almoço? 

Use outros canais

Se não é urgente e está dentro do planejamento, então cabe em um email ou em alguma outra ferramenta que vocês utilizem internamente.
Estimule a reflexão entre o seu time sobre o que realmente precisa ser uma mensagem instantânea. 

Elimine grupos desnecessários

Muitos não saem ou não deletam um grupo por receio de parecerem indisponíveis ou sem educação. É legal criar uma cultura em que esses atos sejam mais comuns. Terminou o assunto, terminou um trabalho? Que todas tenham a liberdade de sair de um grupo ou de deletá-lo.  

Não abuse do áudio

A praticidade dessa ferramenta é irresistível, a gente sabe. E é claro que é mais fácil explicar por aúdio, todo mundo sabe também! Vale lembrar que é mais fácil pra quem manda. Mas o trabalho de elaborar uma mensagem por escrito é fundamental.

Ao escrever conseguimos refletir sobre o que realmente necessitamos, poupamos o tempo do outro e ainda tornamos a nossa mensagem possível de ser encontrada por mecanismos de busca da própria ferramenta.

Formalize por outros meios, mas não abuse da mesma mensagem

Se o assunto é importante, não se esqueça de formalizá-lo por email ou por outro canal. Mandar um “Oi, tô te mandando essa mensagem pra dizer que te mandei um email”, pode ser uma boa. 

Mas lembre-se: não abuse da mesma mensagem, crie um combinado em que as pessoas checam seus canais profissionais e evite esse tipo de comunicação duplicada.

E por aí? Como é a sua relação com Whatsapp e rotina de trabalho? Já aplica algumas dessas dicas?

Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *