#ainternet
queagente
quer_9 dicas para desacelerar

 

imagem grande
imagem pequena

Escute este conteúdo:

Tempo. Como a gente cuida dele? Por que vivemos tão apressados, riscando as tarefas da agenda sem mal sentir prazer e já preenchendo o espaço com novas?

Por que precisamos urgentemente repensar nossa relação com aparelhos eletrônicos? Como podemos aprender a desacelerar?

Para responder a essas e outras perguntas, resgatamos uma entrevista que fizemos há um tempo com Carl Honoré, líder do slow movement no mundo. Ele é autor de “Devagar – Como um movimento mundial está desafiando o culto da velocidade” e é também palestrante de um TED com mais de 2 milhões de visualizações.
⠀⠀⠀⠀
“No passado, cada momento do meu dia era uma corrida contra o relógio. Agora quase nunca me sinto apressado. Faço menos coisas, mas faço-as melhor e gosto mais delas. Eu faço pausas durante o dia de trabalho para relaxar, comer e fazer um pouco de meditação. Isso me fez muito mais produtivo e criativo”, disse.

“Agora tenho tempo para aqueles momentos que dão significado e textura à vida – lendo uma história de repouso para os meus filhos, desfrutando de um copo de vinho com a minha mulher à noite, conversando com um vizinho, parando e olhando para um belo edifício ou pôr do sol. Eu sinto que estou vivendo minha vida agora, em vez de correr por ela. Para conseguir isso eu tenho que ser disciplinado e ter limites. Então, quando estou trabalhando, estou trabalhando. Quando eu não estou, eu desligo completamente, incluindo celular e laptop.”
⠀⠀⠀⠀
Confira no álbum mais dicas dele para desacelerar: 

Deu vontade de colocar alguma em prática? Conta pra gente!

Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *