Autocuidado e ativismo:

como descansar em meio ao caos?

Saúde mental é inegociável:

Entenda a saúde mental como parte essencial e inegociável da sua luta. Sanidade e bem-estar são direitos básicos e não há enfrentamento político que coexista com adoecimento.

Necessidades fundamentais precisam ser atendidas

Sono e alimentação precisam existir de maneira satisfatória na sua rotina. Priorize os momentos de alimentação com atenção plena e não atropele as suas horas de sono.

Corte desgastes desnecessários

Os desgastes paralelos às lutas são muitos - sobretudo aqueles que acontecem na internet. É importante compreender que essas ações também são táticas de esgotamento. Nem toda ofensa ou discussão infundada requer o seu tempo, atenção ou resposta.

Autoanálise e ajuda especializada

É por meio da autoanálise que você conseguirá compreender os seus limites físicos e mentais e entender se é hora de procurar ajuda especializada. Converse com colegas, escute os sinais do seu corpo e, principalmente, não os ignore.